Dicas da Iveco

Taxa de administração do consórcio: o que é e como é calculada?

19 Aug 22
2 min

Você não sabe como funciona a taxa de administração do consórcio e por isso ainda não contratou um? Agora você vai aprender a calculá-la. Confira o blog post!

É fato que a taxa de administração do consórcio pode gerar muitas dúvidas. Contudo, se o seu objetivo é um investimento seguro, esse tipo de contratação é ideal. Afinal, a modalidade não tem juros nem entrada e toda segurança e transparência são garantidas pelas administradoras.

Selecionamos aqui informações necessárias para ajudar você a entender o que é esse custo e como ele é calculado. Acompanhe!

Qual é o papel da administradora de consórcios? 

Fiscalizadas e regulamentadas pelo Banco Central do Brasil (BCB), as principais responsabilidades das administradoras de consórcios são:

  • administrar grupos;
  • elaborar assembleias periódicas para os sorteios das cartas de crédito;
  • prestar contas financeiras;
  • gerir os recursos arrecadados;
  • atualizar valores das cotas;
  • liberar crédito aos contemplados.

Nesse sentido, escolher uma administradora confiável é imprescindível para que seu investimento em consórcios seja seguro e tenha informações transparentes.

O que é a taxa de administração do consórcio?

A taxa de administração do consórcio é a remuneração da administradora pelos serviços prestados para conduzir todo o processo necessário. Com encargo fixo, esse custo é embutido na parcela que é mensalmente paga pelo consorciado.

Ou seja, é um valor definido em contrato e refletido sobre o total da carta de crédito. As administradoras são livres para fixar sua própria taxa de administração do consórcio.

Qual é a diferença entre taxa de administração e taxa de juros

Embora possam ser confundidas, a taxa de administração do consórcio não significa o mesmo que uma taxa de juros.

Para um financiamento bancário, por exemplo, as instituições financeiras cobram juros para oferecer seus serviços, mas o valor sofre variações com o tempo.

Já no consórcio, o processo é diferente, pois os próprios participantes se autofinanciam e o custo da taxa de administração é fixo.Ou seja, ele não é alterado ao longo do tempo, o que difere do encargo de juros e torna-se mais rentável.

Como é o cálculo da taxa de administração de um consórcio

Primeiro, vale lembrar novamente que o valor é um percentual já definido pela administradora no contrato, que é diluído nas parcelas. Desse modo, no momento de assiná-lo, ele deverá constar no documento.

Para entender o cálculo da taxa de administração do consórcio, vamos supor que a administradora fixou seu valor em 30%. Além disso, imaginemos que o bem é de R$100 mil, estabelecido em 60 parcelas mensais.

Então, basta tirar 30% do valor total do bem e dividir o resultado pela quantidade de parcelas.

Veja no exemplo abaixo:

  • 30% (porcentagem da taxa) de R$ 100 mil (valor total do bem) = R$ 30 mil
  • R$ 30 mil (valor da taxa de administração) ÷ 60 (quantidade de meses) = R$ 500 (valor da parcela mensal)

E pronto! Temos o custo a ser pago mensalmente pela taxa de administração durante o prazo  do consórcio.

Por fim, esperamos ter ajudado você a entender como funciona esse cálculo. Mas, sabia que uma ótima maneira de se planejar e ver qual é a taxa de administração de um consórcio é fazendo uma simulação? Não perca tempo!

Por Consórcio Iveco
Somos uma empresa de consórcios, que desde 1998 oferece os melhores planos para ampliação e renovação de frotas.

Fique por dentro de nossas novidades!